Aquariofilia --- Mundo dos Aquários
Seja Bem Vindo
Ao fórum Mundo dos Aquários

Para poder aceder livremente à nossa comunidade, terá que efectuar Login.


Se ainda não é membro registe-se agora.

Últimos assuntos
» Lago Plantado do Daniel Ribeiro (fotos e vídeos)
por Daniel Ribeiro Seg Dez 28, 2015 10:12 am

» (ATENÇÃO)Recrutamento de Admin e Mod.
por LuisBarroso Sab Dez 19, 2015 3:23 am

» Minha Apresentação
por Maria Fernanda Qui Dez 17, 2015 8:06 pm

» SÁBADO DIA 19 PORTAS ABERTAS EHEIM COM DESCONTOS ATÉ 50%
por paulo vieira Ter Dez 15, 2015 11:15 pm

» Aquário de Polypterus
por MarcosRafael Seg Dez 07, 2015 8:56 pm

» LINHA DE AQUÁRIOS COM MÓVEL PAULO VIEIRA AQUARIOS
por paulo vieira Qua Out 21, 2015 9:32 pm

» Aquário novo - AJUDA - Pontos brancos no vidro e larvas
por Manuel Rodrigues Seg Out 05, 2015 11:23 pm

» Mudar Layout
por Manuel Rodrigues Qua Set 23, 2015 1:21 pm

» CO2 Líguido, alguem ja usou?
por Bruno Gomes Qua Set 02, 2015 4:41 pm

» Sanguessugas
por Bruno Gomes Seg Ago 31, 2015 4:42 pm

Contribuição

Parecerias







Vida de Aquarista
Procurar

    Mundo dos Aquarios

    Pesquisa questões já colocadas por outros membros, poderás obter respostas mais rapidamente

    Resultados por:


Votação

Como tiveram conhecimento deste fórum?

33% 33% [ 17 ]
8% 8% [ 4 ]
22% 22% [ 11 ]
8% 8% [ 4 ]
14% 14% [ 7 ]
8% 8% [ 4 ]
8% 8% [ 4 ]

Total dos votos : 51


Íctio - Mitos e Tratamentos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Íctio - Mitos e Tratamentos

Mensagem por Emanuel Costa em Dom Fev 24, 2013 3:14 pm

Íctio Marinho
           Primeiramente, este artigo tem como objetivo ajudara acabar com os vários mitos que cercam essa doença e ajudar aos aquaristas aconhece-la melhor.
           O ÍctioMarinho é o pior dos pesadelos de qualquer aquarista marinho. É causado por umciliado (Cryptocarion irritans). O seu ciclo de vida é simples, porém muitodifícil de se prever o tempo correto de cada uma das etapas. Esse cicloconsiste em:
Fase de cisto – O parasita está encistado, geralmente nosubstrato ou em rochas. Também pode encistar nas paredes do aquário ou até nopróprio peixe.
Fase livre natante – É nesta fase que o Íctio estáverdadeiramente vulnerável a um ataque direto. Ocorre quando o cisto se rompe elibera o ciliado que pode passar de minutos a dias procurando um hospedeiro.
Fase Parasitária – O ciliado encontra um hospedeiro e seenterra, deixando de estar vulnerável. A partir desta fase, ele volta à fase decisto.
           O ciclopode demorar no mínimo 7 dias, geralmente 24 dias, mas não é raro que dure até60 dias. Há casos em que durou até 72 dias, mas 99,9% das vezes, o ciclo irá secompletar em menos de 60 dias.

Tratamentos:
           Existem 3 e apenas 3 maneiras de se erradicar o Íctio de um aquário marinho:
1 - Não fazer nada. Isso é o que a maioria dos aquaristasfaz. Melhora a alimentação e com isso a imunidade dos peixes. Em 11 meses oparasita morre, mas não pode ser introduzido nenhum peixe no reef, ou essetempo é "resetado".
           Este tempo é ditado por um fenômeno chamado senescência celular, que nada mais é queo envelhecimento celular. Uma célula de ciliado pode se dividir cerca de 34ciclos, o que dá cerca de 10 a 11 meses. Após este tempo esta célula não podemais se reproduzir, levando o ciliado à morte.

2 - Tratamento em hiposalinidade em aquário hospital. Tire todos os seus peixesdo reef e deixe-os em um aquário hospital, em hiposalinidade a 1009. Isso nãocausa problema nenhum, apenas assegure-se que o reef fique 2 meses sem nenhumpeixe e que a mudança de densidade seja feita gradualmente. Assegure-se de usarum refratômetro! A salinidade deve estar entre 11 e 12 ppt!
IMPORTANTE: Nunca combine outro tratamento com ahiposalinidade, em especial o tratamento com o cobre! Ele se torna muito mais tóxico!

3 - Tratamento com cobre em aquário hospital. Como o item anterior, o reef deveficar sem peixes por pelo menos 2 meses. Apenas lembre-se que o cobre éextremamente tóxico e que pode causar grandes problemas em grandesconcentrações. Se possível use Cupramine que é menos tóxico.

Mitos e Lendas:
Meu peixe está com íctio! Meu vizinho me falou paracomprar um neon goby que ele se alimenta do íctio!
Esta informação está totalmente incorreta. O parasita se enterra através do muco e da pele do peixe. A menos que seu neon goby tenha umbisturi, ele não vai alcançá-lo! Isto também vale para qualquer outro animal limpador (cleaner wrasse, shrimp, etc).

Estou com um surto de íctio! Meu logista falou para eucomprar um filtro uv que vai acabar com ele na hora!
Outra informação incorreta. Como visto anteriormente, oíctio passa um tempo muito curto em sua forma natante. Mesmo que algum passepelo filtro de ultra-violeta, há uma chance de ele não ser eliminado!

Me falaram que todos os peixes na natureza possuem íctio!É verdade?
Não! Foi feito um estudo a pouco tempo e menos de 30 % dospeixes na natureza estão infectados pelo parasita! O que ocorre é que estespouco infectados são colocados em baterias junto com peixes saudáveis, nãodando chance a estes peixes escaparem do parasita!

É verdade que tangs são mais sensíveis ao íctio?
Sim! Tangs possuem uma camada de muco menos espessa queoutros peixes, tornando mais fácil ao parasita se instalar. Por outro lado,dragonetes como o mandarim possuem uma camada mucosa bem mais espessa que onormal, tornando-os mais dificilmente afetados, o que não quer dizer que nãoirão pegar a doença também!

Matei o íctio! Nenhum dos meus peixes está com pontinhos brancos!
Errado. Os pontos brancos são uma reação da pele àpresença do parasita, e não o parasita em si. Peixes que adquirem imunidadepodem não mais apresentar os pontos brancos, o que não quer dizer que o peixenão esteja mais com o íctio!

Me disseram que o alho mata o íctio!
Outra das lendas do aquarismo marinho! O que acontece éque o alho possui uma substancia chamada alicina, que aumenta o apetite dospeixes. Comendo mais, o peixe desenvolve uma imunidade ao parasita. Estaimunidade impede a formação dos nódulos brancos associados ao íctio, levando oaquarista a achar que o peixe está curado.

Me falaram na loja para aumentar a temperatura que o íctio morre!
Não faça isso! O íctio marinho é um organismo diferente doíctio de água doce, que é afetado por altas temperaturas. É mais fácil vocêestressar seu peixe com a mudança de temperatura e deixa-lo mais sensível aoíctio! Siga uma das três alternativas apresentadas anteriormente!

Foi-me enviado por uns colegas Brasileiros estes tratamentos passives .

Ver se resulta.

Emanuel Costa
Membro Recém-chegado

Mensagens : 1
Data de inscrição : 17/02/2013
Idade : 38
Localização : Trofa

http://www.elitelusitana.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum